Deputados apresentam propostas para reduzir os próprios salários em 50% durante o período da pandemia do novo coronavírus no Brasil. São quatro projetos que ainda precisam ser analisados pela Câmara dos Deputados. 

O Projeto de Decreto Legislativo nº 90/20 fixa o subsídio mensal dos deputados federais e senadores em R$ 16.881,50 durante essa época. Hoje, os parlamentares recebem R$ 33.763. 

De acordo com a proposta, feita pelo deputado federal Rodrigo Coelho (PSB/SC), os outros 50% dos salários dos 594 parlamentares teriam que ser direcionados a ações de combate ao coronavírus. Seriam mais de R$ 10 milhões por mês. 

Um outro projeto, o de Decreto Legislativo nº 93/20, do deputado Ruy Carneiro (PSDB/PB), propõe a redução em 50% por três meses. 

Já o Projeto de Decreto Legislativo nº 95/20, do deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), determina a redução em 50% dos salários de parlamentares sempre que houver surtos, epidemias ou pandemias. 

Por fim, o  Projeto de Decreto Legislativo nº 91/20, de Celso Maudaner (MDB-SC), autoriza a destinação do salário de R$ 33.763,00 dos parlamentares para o Sistema Único de Saúde (SUS) em caso de pandemia ou declaração de estado de calamidade pública.