Uma mulher de 28 anos, identificada como Ironilde de Sousa Barbosa, foi presa nesta segunda-feira (18) suspeita de espancar a filha de 2 anos, em Presidente Dutra, interior do estado.

A mulher foi presa no hospital após dar entrada com a criança que havia sido espancada. O conselho Tutelar foi acionado pela equipe de assistência social que levou o caso até a polícia.

De acordo com a delegada que acompanha o caso, a criança havia falado para a equipe médica que foi a mãe que havia agredido. Ela estava com diversos hematomas do tórax, costela, no rosto e na cabeça, além também de ter sinais de pancadas nas costas e cabelo arrancado.

Mediante a gravidade das agressões sofridas, a criança teve que passar por uma cirurgia de laparotomia exploratória para a retirada do baço. O estado de saúde dela é estável.

Ironilde foi levada até a Delegacia Especial da mulher, na 13ª Delegacia Reginal de Polícia Civil de Presidente Dutra. Ela alega que as lesões foram provocadas por uma queda, mas a delegada afirma que as lesões são incompatíveis com uma queda e que foram feitas em diversos momentos.

Ironilde de Sousa Barbosa foi levada para à Unidade Prisional de Presidente Dutra, onde ficará à disposição da Justiça.

O Imparcial