Evaldo Lima Sampaio recorreu ao suicídio nesta terça-feira (15) com um disparo de arma de fogo na cabeça. Ele estava sendo procurado pela polícia desde a sexta-feira (11) quando matou a namorada, Dayane Christina Oliveira Nunes, durante uma discussão no condomínio Porto Seguro, no bairro Outeiro da Cruz, em São Luís, de propriedade de Evaldo.

Evaldo foi encaminhado ainda ao Djalma Marques (Socorrão I), no Centro de São Luís. ele deu entrada no hospital por volta das 12h, mas não resistiu e teve a morte confirmada as 13h40, segundo a polícia.

A informação que chegou ao Departamento de Feminicídio da Polícia Civil foi que o advogado de Evaldo havia acertado que ele se apresentaria na tarde desta terça-feira.

“Ele recorreu ao suicídio com um tiro na cabeça. Com a morte do autor do feminicídio, vamos pedir arquivamento do inquérito policial”, disse a delegada Viviane.

Dayane morava no Turu, tinha dois filhos de um outro relacionamento, e namorava com Evaldo há três anos. Ela foi morta com dois disparos de arma de fogo na cabeça. Ela teve morte confirmada dentro do apartamento. Depois do crime, Evaldo ligou para o irmão e contou o que tinha feito. Foi o irmão quem acionou a polícia.

G1Ma