O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA) deferiu neste domingo (16), por
unanimidade, o registro de candidatura do governador Flávio Dino (PCdoB) e do seu vice,
Carlos Brandão. À frente de uma coligação de 16 partidos, Dino busca a reeleição.

Os desembargadores não reconheceram a validade da ação do deputado Edilázio Júnior,
que chegou a alegar que nem Dino nem Brandão poderiam concorrer nessas eleições
porque o vice-governador teria substituído o governador justamente durante o
cumprimento de agenda institucional, pouco menos de seis meses antes das eleições.

O juiz Federal e membro TRE armou  em sua decisão que “não foi caso de sucessão, mas de substituição, algo que é o papel de um vice-governador.” Com a decisão, foi afastada qualquer possibilidade de cassar o registro do governador Flávio Dino ou de seu vice Carlos Brandão.

Info. O Informante