O ensino estadual do Maranhão não atingiu nenhuma das metas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2017. O índice é o principal indicador de qualidade da educação básica do Brasil, formado pelo Saeb (prova de português e matemática aplicada a cada dois anos) e pelo fluxo escolar (taxa de aprovação/reprovação/abandono dos alunos).

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (3) e apontam notas do ensino fundamental do 1º ao 5º ano e do 6º ao 9º ano. O ensino médio também foi avaliado.

Na avaliação das escolas de âmbito estadual do 1º ao 5º ano, o Maranhão não atingiu a nota 4,9 estipulada para 2017 e ainda obteve queda na avaliação comparada ao ano anterior. A nota em 2017 foi de 4,1, quando em 2015 a nota era 4,3. Em todo o país, apenas o Maranhão e o Rio de Janeiro sofreram redução do Ideb nesse período do ensino.

Do 6º ao 9º ano do ensino fundamental, o estado cresceu 0,4 ponto na nota do Ideb 2017 em comparação a 2015, mas não atingiu a meta de 4,7 projetada para o ano.

Já no ensino médio, o Maranhão saiu de 3,1 em 2015 para 3,4 em 2017 na avaliação do Ideb, mas também não alcançou a meta estipulada para o ano, que era de 3,7. A meta para 2019 é atingir a nota 4.

Jornal Maranhão Agora/G1