Encontrar uma lixeira no centro de São Luís tem sido tarefa difícil. Além de serem poucas, as que existem estão danificadas pela ação de vândalos. Quem sai da Praça Deodoro e segue para a Rua da Paz só encontra uma lixeira depois de percorrer três quarteirões. Enquanto isso, o lixo fica pelas calçadas, bueiros e até pendurado em grades. Em alguns postes, só restou a base da lixeira.

A Rua da Paz é uma das mais movimentadas do centro, e só tem quatro lixeiras. Duas delas não derreteram totalmente no fogo ateado pelos vândalos, mas estão pichadas. Para não sujar a rua, nem perder tempo procurando, tem gente que até guarda o lixo no bolso.

A circulação de pessoas pela Rua de Santana é intensa, principalmente por causa do comércio. Mesmo assim, é preciso caminhar cerca de 200 metros pra achar uma lixeira em condições de uso.

O Comitê Gestor de Limpeza Urbana de São Luís disse que vai enviar equipes as ruas do centro da cidade para fazer o levantamento da quantidade de lixeiras que precisam ser instaladas ou substituídas e que vai programar a instalação dos equipamentos.

Jornal Maranhão Agora/G1