A Prefeitura de São Luís divulgou a lista dos candidatos que tiveram suas inscrições aprovadas no Cadastro Habitacional de Interesse Social para concorre a sorteios de unidades habitacionais do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, do Governo Federal e dos que tiveram o cadastro indeferido. Confira AQUI

Estes, terão prazo para regularizar as pendências. O documento já está disponível e pode ser acessado no site da instituição por meio do link. No total, 326.829 pessoas se inscreveram para habilitar-se às residências do programa habitacional.

Segundo a Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), foram deferidos os cadastros de 265.311 pessoas. Os outros 60.829 tiveram indeferidas suas inscrições, por prestar informações em desacordo com as exigências do edital, a grande maioria, referente a renda, idade ou endereço. Este grupo de pessoas terá a chance de corrigir as informações e se adequar ao cadastro, para então, passarem à etapa do sorteio.

ATENDIMENTO

Os candidatos que tiveram o cadastro indeferido devem procurar a Central do Programa Minha Casa Minha Vida, localizada na Avenida Marechal Castelo Branco, nº 559, no São Francisco e solicitar a revisão dos dados. Para tanto, devem ter em mãos documentos comprobatórios para correção. A solicitação deve ser feita de 3 a 6 e 10 de setembro, na central e aguardar análise dos recursos que serão apresentados no prazo de cinco dias úteis.

Em caso de indeferimento por preenchimento errado de dados como endereço, idade e renda, o candidato deve levar documentos que comprovem o erro, como comprovante de residência, carteira de identidade e comprovante de renda. A lista final dos deferidos será divulgada no site da Prefeitura de São Luís e no Diário Oficial do Município, em data a ser definida.

SORTEIO

A próxima etapa, após a divulgação da lista final dos candidatos aprovados, segue o sorteio dos imóveis. Quem passar nesta fase se submete a nova análise de documentos para confirmar a contemplação no imóvel. O primeiro sorteio vai contemplar os candidatos com imóveis do Residencial Morada do Sol, no Maracanã, zona rural da capital. O empreendimento possui mais de 760 casas.

Jornal Maranhão agora/JP