A Diretoria do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) e da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos se reuniram nesta terça-feira (16), na sede do Departamento, em São Luís, para tratar dos alinhamento das ações para 2018. O trabalho conjunto entre as instituições garante o envio de milhares de documentos, anualmente.

Durante a reunião com a Diretoria dos Correios, estiveram presentes a Diretora Geral do Detran-MA, Larissa Abdalla Britto, o Diretor Operacional, David Ximenes, o Diretor Administrativo, José Rorício Aguiar, o Superintendente Estadual de Operações dos Correios, Ricardo Melo Sousa Barroso, o Coordenador Regional de Vendas dos Correios, Silvio Eduardo Silva e Silva e o assistente comercial dos Correios, Rafael Borges.

A Diretora Geral do Detran-MA, Larissa Abdalla, destacou que o interesse do órgão é sempre prestar um serviço de melhor qualidade à população. “A entrega de documentos pelos Correios, feita de forma eficaz, facilita a vida de todos. É uma comodidade o cidadão saber que não precisa sair de casa nem enfrentar fila para ter um documento em mãos”, afirma a Diretora.

Em todo o Maranhão, mensalmente, são emitidas em média de 20 mil carteiras de motorista e 40 mil documentos de veículos (Certificados de Licenciamento ou Registro do Veículo). A entrega da habilitação ou permissão para dirigir, e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) é feita, atualmente, somente pelos Correios.

Segundo o Superintendente dos Correios, Ricardo Barroso, a reunião de alinhamento é importante para realizar ajustes e garantir a entrega eficiente de todos os documentos. “Quando alinhamos o processo operacional, conseguimos melhorar a prestação de serviço, escolhendo as melhores estratégias para agilizar o trabalho e satisfazer o público”, ressalta Ricardo Barroso.

No site ou aplicativo de celular do Detran-MA, o cidadão já pode consultar o  dia que o documento emitido no Detran-MA foi postado pelos Correios, e qual o código de rastreio dos Correios, número necessário para saber quando o documento vai chegar em sua residência.

Redação Maranhão Agora